O Que Importa na Vida

19 de novembro de 2018

A vida é mais que riqueza, poder, prestígio ou conquistas. Embora buscar isso seja válido, desde que não em excesso.

Mas o que verdadeiramente tem valor é o amor e a paz.

Parece clichê, mas garanto que não é. No fim é o que importa e o que fica.

Perdi minha mãe. Tinha profunda admiração e respeito por ela e, apesar de todas as coisas materiais que ela me presenteou, o que ficou e não esqueço é o amor que ela me deu e que materializava na comidinha gostosa do almoço semanal. Da ansiedade dela para me rever mais uma vez e me beijar. E da paz e alegria que eu sentia ao lado dela.

Com este exemplo, não troco nada pelo abraço de um filho ou um “eu te amo” que eles me dizem, felizmente, com freqüência.

Podemos sempre mudar a nossa forma de encarar a vida e de enxergar o mundo, já que dominamos nossa mente. Talvez seja o momento, quem sabe?

Depois de um período de ódio, intransigência e rivalidade que marcaram as eleições este ano, desejo, sinceramente, que vocês, meus ouvintes queridos, possam ter mais amor e paz no próximo ano. Isso vale muito mais do que posses, fama e poder.

E que parem de correr atrás do que não vale a pena. Basta pensar no que não aguentariam perder. É aí que está a tua verdadeira vida e felicidade.

Por Renato Follador,
Consultor em Previdência e Finanças

< Voltar