Empresários da CIC têm programa para desenvolver o comércio varejista

26 de agosto de 2019

Parceria do Sebrae/PR com a Fecomércio PR, Varejo Mais leva cursos e palestras aos comerciantes da região mais populosa de Curitiba

 O nome do bairro é Cidade Industrial (CIC) e não à toa. Uma das regiões mais populosas de Curitiba, com mais de 180 mil habitantes segundo a prefeitura, é praticamente um município à parte, com uma demanda intensa por serviços locais, perto de onde as pessoas vivem. Com esse cenário, a capacitação entre os empresários é essencial para fomentar uma rede de comércio bem estruturada. Este foi um dos temas do lançamento do Varejo Mais em Ação com foco na CIC, na noite desta terça-feira (20), na sede da Associação das Empresas da Cidade Industrial de Curitiba (AECIC).

 O programa será desenvolvido em parceria entre Sebrae/PR e Fecomércio PR, com apoio da AECIC, do Sindilojas PR e da Universidade Positivo. A proposta é melhorar a gestão dos pequenos negócios. Os empresários recebem cursos e palestras, com aplicação prática nas áreas de visual de loja, vendas, finanças, mídias sociais e gestão de equipes, além de consultorias individuais. Na CIC, serão 30 empresas atendidas.

 “A ideia é trabalhar toda a jornada do cliente: expectativas, as experiências e a satisfação. E vamos trabalhar a gestão. Quanto mais eficiente for a gestão de estoque, de clientes e de marketing, melhores serão os resultados”, afirma a consultora do Sebrae/PR, Fernanda Pesarini.

 “Queremos dar mais oportunidades para as empresas locais, oferecer mais opções para nossos empresários. Atendemos grandes empresas e queremos nos aproximar dos empresários locais. Todos podemos ser melhores e mais competitivos”, reforçou o diretor da AECIC, João Barreto.

 Numa região tão extensa e populosa como a CIC, a demanda é grande por vários segmentos do comércio e dos serviços, como vestuário, alimentação, eletroeletrônicos, estética, oficinas e uma infinidade de outras atividades. Todas áreas cobertas pelo Varejo Mais.

 “É um projeto rápido e dinâmico. Os empresários poderão se tornar mais competitivos, crescendo e contratando mais pessoas. A gente pesquisa muito para oferecer ferramentas que, se forem colocadas em prática, vão trazer muitos resultados. Ao todo, 64 mil empresas já participaram do Varejo Mais desde 2004 e nenhuma fechou por falta de gestão ou recurso a partir desse projeto. Na média estadual, a partir do encerramento do programa, o faturamento aumenta em 20%”, pontua o assessor da presidência da Fecomércio PR, Paikan Salomon de Mello e Silva.

 

signature_1631769394

< Voltar